RODRIGO BORGES (1974, Governador Valadares - MG)


Rodrigo Borges vive e trabalha em Belo Horizonte. É artista visual e professor de Desenho da Escola de Belas Artes da UFMG. Formado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Viçosa e em Desenho pela Escola de Belas Artes da UFMG, com doutorado e mestrado em Artes, pela mesma instituição. Sua pesquisa plástica, nos campos do desenho e da instalação, lida com o lugar, a arquitetura e suas superfícies – parede, chão, teto, vigas, colunas etc. São os sentidos do plano e da pele (presentes nas superfícies) que em sua trajetória fundam uma plástica ambiental envolvente. Realiza instalações com fitas adesivas desde 2005, referênciadas nos campos da pintura e do desenho, a partir dos dados da superfície dos lugares de exposição.
Realizou importantes exposições individuais e coletivas com trabalhos que, lidando com o conceito de espacilidade, transitam entre o desenho e a instalação. Individuais: TRÓPICO – Galeria de Arte GTO. Sesc Palladium. Belo Horizonte, 2017; Caixa Aberta (Galeria EmmaThomas, São Paulo, 2011); Embrulho (Espaço Cultural Cemig Galeria de Arte, Belo Horizonte, 2010) e no Programa de Exposições 2005 do Centro Cultural São Paulo. Exposições coletivas: Campo Branco (Centro Cultural Banco do Nordeste, Fortaleza, 2012), Geometria Impura (Centro de Arte Hélio Oiticica, Rio de Janeiro, 2010-11), Bomserá (Anexo do Museu da Inconfidência, Ouro Preto, 2010), Geometria Impura (MAM da Bahia, Salvador, 2009), Fiat Mostra Brasil (Porão das Artes da Fundação Bienal, São Paulo, 2006), Disposição (Palácio das Artes, Belo Horizonte, 2005) e Rumos da Nova Arte Contemporânea Brasileira (Palácio das Artes, Belo Horizonte, 2002). Artista selecionado no Programa Rumos Itaú Cultural Artes Visuais edição 2001/2003, tendo participado da mostra Grafias do Lugar com curadoria de Marília Panitz. Suas obras foram expostas na Feira Parte em São Paulo, em Novembro 2018.